Voltar
27/11/2018| Projeto piloto de reabilitação física em casa após AVC vai ser testado a partir de dezembro

 



 

Numa primeira fase o teste será realizado com doentes em dois hospitais, um em Espanha e outro na Holanda.
Denominado SwitHome, o “inovador sistema”, centrado na “reabilitação física após um AVC, realizada em casa, com acompanhamento remoto de profissionais de saúde”, é, de acordo com a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), constituído por “palmilhas ‘inteligentes’ aliadas a dois interfaces” – um tablet e uma plataforma online de comunicação entre terapeuta e utente.
Três pessoas por hora têm um AVC em Portugal, mulheres com maior risco
Numa nota enviada à agência Lusa, a FCTUC indica que “a ideia surgiu em 2015, no âmbito de um projeto de investigação na área da electrónica flexível (stretchable electronics), liderado por Mahmoud Tavakoli, do ISR”. “Ao conhecer o projeto, o IPN explorou o seu potencial de aplicação e avançou para a constituição de um consórcio que permitisse desenvolver um sistema capaz de chegar ao mercado”, refere a FCTUC.
Duas startups portuguesas envolvidas
A equipa alargou-se, assim, ao Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT Health), que atribuiu um financiamento de cerca de 500 mil euros ao projeto, à Fundació Privada per la Recerca i la Docència Sant Joan de Déu, de Espanha, à empresa GMV Innovating Solutions, também de Espanha, ao Hospital Universitário de Groningen (Holanda) e a duas startups portuguesas, Sword Health e SoftBionics.
O grande objetivo da solução SwitHome, que poderá chegar ao mercado em 2020, é permitir a “reabilitação em casa de utentes que tenham sofrido um AVC”.
Fonte: Público
https://www.vitalhealth.pt/saude/6681-projeto-piloto-de-reabilita%C3%A7%C3%A3o-f%C3%ADsica-ap%C3%B3s-avc-em-casa-vai-ser-testado-a-partir-de-dezembro.html

 

Fonte texto e imagem: News Farma

Voltar