Voltar
05/03/2018| Mais de 90% dos portugueses confia no Serviço Nacional de Saúde

 



 

Foram publicadas hoje, 2 de março, as conclusões do estudo Marcas de Confiança 2018, que analisa a forma como os portugueses olham para as marcas. No que respeita às instituições, é de salientar a confiança no Serviço Nacional de Saúde (SNS), que agrega 91% dos inquiridos, sendo que, destes, mais de metade (55%) refere que, apesar de confiar no SNS, dispõe de um outro sistema alternativo.
Um total de 36% dos inquiridos confia no SNS e não dispõe de outro sistema de saúde, enquanto apenas 9% refere não confiar no SNS e recorrer sempre a serviços privados.
Os bombeiros continuam a ser a profissão em que os portugueses mais confiam, de acordo com os dados do estudo Marcas de Confiança 2018. Seguem-se os pilotos de aviação, os médicos e os cientistas/investigadores, todos com valores de confiança superiores a 90%. Os nutricionistas, uma profissão que aparece pela primeira vez nesta lista, recolhem valores de cerca de 55%.
“Não há confiança sem segurança”, diz Maria do Carmo Diniz, responsável pelo estudo Marcas de Confiança. “Não é por acaso que as profissões mais votadas pelos portugueses são os bombeiros, os pilotos de aviação e os médicos, o que demonstra bem a importância do fator de segurança para a atribuição do voto de confiança. Para as marcas, este fator é ainda mais relevante, já que a escolha do consumidor tem uma componente racional e emocional. A decisão de compra assenta na confiança depositada nas marcas, que é algo que estas têm de conquistar. Uma Marca de Confiança é uma marca fiável, eficaz, com justa relação de valor, que transmite segurança e está nas preferências do consumidor, sendo-lhe familiar”, acrescenta Maria do Carmo Diniz.
http://www.vitalhealth.pt/saude/5833-mais-de-90-dos-portugueses-confia-no-servi%C3%A7o-nacional-de-sa%C3%BAde.html

 

Fonte texto e imagem: News Farma 

Voltar