Voltar
11/06/2019| Estudo revela que a depressão pós-parto é mais facilmente identificável na mulher do que no homem

 




O estudo realizado na Universidade Anglia Ruskin, em East Anglia, no Reino Unido, contou com uma amostra de 406 adultos com idades compreendidas entre os 18 e os 70 anos. Os participantes foram expostos a dois casos de pessoas com sintomas de depressão pós-parto, um homem e uma mulher.

A experiência mostrou que 97% dos participantes conseguiram identificar um problema de saúde na mulher, enquanto apenas 76% o conseguiram identificar no homem. Mais, dos que conseguiram identificar um problema de saúde em ambos, 90% conseguiram identificar corretamente a depressão pós-parto na mulher e apenas 46% acertou no diagnóstico do homem com os mesmos sintomas.
A depressão pós-parto afeta entre 3% a 10% dos homens. Os sintomas de uma depressão pós-parto, tanto nos homens como nas mulheres, são semelhantes aos de qualquer outra depressão - sensação de tristeza persistente, falta de energia, dificuldades a dormir - e surgem ao longo das semanas após o nascimento do bebé, com tendência a agravar-se com o passar do tempo.
Fonte: Visão
https://www.vitalhealth.pt/saude/7341-estudo-revela-que-a-depress%C3%A3o-p%C3%B3s-parto-%C3%A9-mais-facilmente-identific%C3%A1vel-na-mulher-do-que-no-homem.html

 

Fonte texto e imagem: News Farma

Voltar