Voltar
11/06/2019| Casos de demência podem triplicar até 2050, alerta OMS

 



 

Praticar exercício físico com regularidade, não fumar, evitar o consumo excessivo de álcool e manter os níveis adequados de pressão arterial, colesterol e açúcar no sangue são algumas das recomendações que a OMS fará chegar aos governos, trabalhadores de saúde e doentes.
O guia da OMS recomenda a dieta mediterrânica como uma das formas de evitar e/ou atrasar o aparecimento dos sintomas de demência.
Combater e tratar da obesidade, da hipertensão, da diabetes é também aconselhado pela OMS, que, por outro lado, reconhece as dificuldades em estabelecer uma relação direta entre a prevenção da demência e a atividade social, o uso de antidepressivos ou de aparelhos para melhorar a capacidade auditiva.
A demência, ligada a doenças como o Alzheimer, só aparece a partir dos 60 aos, embora também possa ocorrer em idades menos avançadas, com sintomas iniciais como perda de memória de curto prazo, de atenção, de concentração, assim como problemas para realizar certos movimentos ou reconhecer caras e objetos.
Por estar associada à idade, o aumento da esperança de vida a nível mundial eleva potencialmente os casos de demência.
Fonte: Visão
https://www.vitalhealth.pt/saude/7343-casos-de-dem%C3%AAncia-podem-triplicar-at%C3%A9-2050,-alerta-oms.html

 

Fonte texto e imagem: News Farma

Voltar