Voltar
31/07/2017| Quase 13 milhões de crianças não têm as vacinas em dia

 

Segundo as estimativas, a par com a UNICEF, a percentagem de crianças com as vacinações de rotina completas estabilizou nos 86%, um valor abaixo da meta fixada pelas Nações Unidas.
De acordo com os dados disponibilizados pela OMS, serão 12.9 milhões as crianças que em todo o mundo não receberam qualquer vacina no ano passado, ficando assim sujeitas a contrair doenças como a difteria, tétano ou tosse convulsa. Adicionalmente, estima-se que outros 6.6 milhões de crianças que receberam a primeira dose da vacina tríplice conhecida por DTP não tenham concluído as doses necessárias para a imunização completa.
Em Portugal, esta vacina está incluída no Plano Nacional de Vacinação, sendo administrada gratuitamente aos dois, quatro, seis e 18 meses e aos 5 anos.
Numa declaração publicada no site da OMS, o Dr. Jean-Marie Okwo-Bele, diretor de imunização da instituição, defende que maior parte das crianças que não está vacinada “é a que escapa aos sistemas de saúde” e “provavelmente” nunca recebeu nenhum serviço básico de saúde. Os piores resultados registaram-se na República Centro-Africana, Guiné Equatorial, Nigéria, Somália, Sudão do Sul, Síria, Chade e Ucrânia, países em que a taxa de cobertura vacinal é inferior a 50%, segundo dados da OMS  e da UNICEF.
Em relação ao sarampo, doença que este ano teve um ressurgimento em vários países europeus, nomeadamente em Portugal, as atuais estimativas apontam para uma taxa de vacinação global de 85% na primeira dose, mas que baixa para os 64% no que se refere à segunda dose da imunização.
De acordo com a OMS, a vacinação previne atualmente entre dois a três milhões de mortes por ano, entre doenças como a difteria, o tétano ou o sarampo. Ainda assim, a percentagem de crianças com as vacinações de rotina completas estabilizou desde 2010 nos 86%, quatro pontos percentuais abaixo da meta definida pelas instituições competentes.
Leia a notícia aqui: http://www.vitalhealth.pt/saude/5167-quase-13-milh%C3%B5es-de-crian%C3%A7as-n%C3%A3o-t%C3%AAm-vacinas-em-dia.html

 

Fonte Texto e Imagem: News Farma

Voltar